TRADICIONALIS

Este Blog pretende ser um espaço onde se trocam impressões e ideias sobre o património cultural português e qual a melhor forma de o preservar. A música e os instrumentos musicais, em especial os cordofones, terão aqui um espaço privilegiado.

23 junho 2006

O MUSEU DA MÚSICA AGRADECE

Em seguida transcrevo o conteúdo do e-mail que recebi ontem do Museu da Música:

Na sequência da exposição comemorativa dos 60 Anos da Fender que se realizou no Museu da Música de 17 a 27 de Maio, cumpre-nos agora o dever de agradecer a inestimável colaboração de todos quantos ajudaram a tornar realidade este evento. O primeiro agradecimento não poderia deixar de ser para o grande amigo do Museu da Música que é o Sérgio Fonseca. Faça-se a devida justiça, pois foi o primeiro impulsionador desta exposição, além de ter assegurado à sua conta um fantástico atelier sobre guitarra eléctrica, a participação na mesa redonda sobre a Fender e o encerramento da exposição com um magnífico concerto da Acustiband e amigos, mesmo com alguns percalços pelo caminho.

Espero que compreendam que agradeçamos de seguida à Fender, em particular aos nossos amigos Renato Gomes e Salvador Poquet que, desde o primeiro momento, aderiram com entusiasmo à ideia de ver as suas Fender junto dos seus antepassados, tendo além disso doado ao Museu da Música aquela que é a primeira guitarra eléctrica a integrar a colecção (esperamos que apenas a primeira).

Um obrigado muito especial ao Vítor Joaquim da Restart e aos alunos de câmara e som Carlos Nascimento, Paulo Ribeiro e Sérgio Gregório que deram assistência às actividades realizadas nos dias 18, 19 e 20 de Maio, ao abrigo da parceria com a Restart.

Obrigado ainda…… aos participantes da mesa redonda: ao Pedro Gonçalves que em cima da hora se predispôs a fazer a moderação, assegurando-a de forma exemplar, e aos oradores Carlos Pereira, Pedro Gomes, Fernando Barragan, Sérgio Fonseca e Salvador Poquet que, com as suas intervenções muito fizeram por esta actividade. … aos INOX, Português Suave, Acustiband e amigos (Herculano Afonso, Paulo Paulino, João Freire e Vítor Marques), Charlie & The BluesCats e DJ Jocar que animaram com grandes prestações as tardes e noite do Museu da Música.… ao professor Paulo Bispo e a todos os alunos que participaram no fantástico curso de Guitarra organizado pela Associação dos Amigos do Museu da Música (AAMM). … a todos os funcionários do Museu da Música que, durante 10 dias intensos nunca despiram a camisola do Museu e da Fender.… a todos os visitantes que, com a sua presença, ajudaram a bater recordes, aderindo em massa às várias iniciativas realizadas nestes dias e ao passatempo para oferta de uma guitarra Fender.
Mas como nem só de agradecimentos se faz este email, aproveitamos para pedir desculpas por qualquer situação que possa ter corrido menos bem, nomeadamente por este agradecimento não ter sido tornado público no encerramento da exposição. As nossas desculpas ainda se nos esquecemos de alguém.

Museu da Música

1 Comments:

At 13 julho, 2006 08:12, Anonymous a.mendes said...

Ao encontrar por acaso este blog e reconhecer o autor como o amigo Sergio Fonseca, não quis passar sem aqui lhe deixar aquele abraço amigo, e a complementar o abraço deixar tambem algo do meu muito amado Alentejo:

Alentejo quando canta
Peito dado á solidão
Traz a alma na garganta
E o sonho no coração

Refrão

Eu ouvi o passarinho
As quatro da madrugada
Cantando lindas cantigas
A porta da sua amada
Por ouvir cantar tão bem
A sua amada chorou
Ás quatro da madrugada
O passarinho Cantou

Alentejo terra rasa
Toda coberta de pão
As tuas espigas doiradas
Lembram mãos em Oração.

Um abraço faterno e amigo e continua esse meritório trabalho.

A.Mendes

 

Enviar um comentário

<< Home